quarta-feira, janeiro 02, 2008

Recordar a X

É para muitos, ainda hoje, um dos projectos radiofónicos mais interessantes que surgiram em Portugal no pós-25 de Abril.

A XFM não teve vida longa, nem muito fácil. Enquanto esteve no ar possibilitou a escuta de grandes vozes e de um interessante conceito de estética radiofónica. Mas faliu aos olhos de uma nova rádio virada para a viabilidade financeira e à procura de audiências.

Ficam quatro momentos do seu final, estampados nas páginas do Público.




2 comentários:

? disse...

Luís: a X foi, em termos de rádio de música, uma refrescante lufada no marasmo nacional.
Pessoalmente, considero a "Rádio para uma imensa minoria" a melhor rádio que tivemos até hoje.
Pena e saudade.

Maria Bloch disse...

Longe vão os tempos de uma estação original...