quarta-feira, maio 16, 2007

A rádio, o cão e o seu dono

A rádio não é muito dada a faits-divers, mas hoje a história da detenção de José Mourinho pela polícia inglesa, depois de ter impedido que o seu cão fosse levado pelas autoridades britânicas, foi o principal tema da manhã informativa, em particular na Antena 1.

A rádio de serviço público, citando o The Sun, fez os títulos e abriu os noticiários das 8 e das 9 horas com Mourinho. Na síntese das 8h30 também o fez. A história de Mourinho apareceu no alinhamento de dois dos principais noticiários da Antena 1 à frente, por exemplo, da proposta do Bloco de Esquerda de alteração da lei do divórcio ou da tomada de posse de Sarkozy.

A TSF deu, igualmente, alguma importância ao caso. Nos títulos de chamada para o noticiário das 9 horas, que são lidos às 8h45, lá vinha a história de Mourinho, sucedendo o mesmo nos títulos de abertura do noticiário. O principal tema para aTSF foi, no entanto, as eleições intercalares em Lisboa.

É certo que a agenda do dia não era muito fértil e talvez isso explique a opção de abrir noticiários com a importância dos da manhã com uma história de interesse público muito duvidoso, apesar de nela estar envolvida uma personalidade como Mourinho.

1 comentário:

Vitor Soares disse...

Aqui está um bom exemplo para tratar com os seus alunos sobre "o interesse público" e "o interesse do público".