sexta-feira, maio 12, 2006

Um olhar sobre o podcasting português

O programa da TSF, Rádio.com, desta semana teve como tema principal os resultados de um inquérito que apliquei junto dos podcasters portugueses. Agradeço o interesse da TSF e em particular do João Paulo Meneses.
Aqui ficam alguns resultados do inquérito e que, julgo, poderão contribuir para perceber quem são os pioneiros do podcasting português.

Metodologia:
Foram tidos em conta para este trabalho os podcasts portugueses registados nos directórios Lusocast e Cotonete entre os dias 1 e 14 de Março de 2006 e que nessa altura tivessem sido actualizados pelo menos uma vez nos últimos dois meses. Foram excluídos os podcasts cuja autoria fosse de empresas de comunicação social.
Foram encontrados 31 podcasts nestas condições. Para eles foi enviado, via mail, um questionário que tinha como objectivo recolher dados sobre o fenómeno em Portugal, o que dele pensam os seus protagonistas e qual a relação com a rádio.
Responderam autores de 17 podcasts correspondendo a uma taxa de retorno de 54,84%
Como os questionários foram enviados para o podcast e não para cada autor individualmente, com a obtenção das respostas foi possível identificar 4 podcasts colectivos (duas ou mais pessoas) totalizando 23 podcasters.
Foram ainda identificadas quatro instituições autoras de podcasts.

Um perfil do podcaster português
O autor é homem (73%), tem menos de 30 anos (76,19%), tem formação superior (78%), iniciou-se nesta actividade pelo “Gosto pelas novas tecnologias” e pelo “Gosto pela rádio” e criou o seu podcast entre Dezembro de 2005 e Março de 2006 (47%).

Um perfil do podcast nacional
Os podcasts nacionais são maioritariamente produzidos por uma única pessoa (52%). O cenário do podcasting nacional inclui ainda podcasts de instituições religiosas, culturais e comerciais e podcasts colectivos, ou seja produzidos por duas ou mais pessoas.
O podcast nacional é, de acordo com os respondentes, informativo, actualizado semanalmente (64%), tem convidados no programa e utiliza entrevistas a amigos e conhecidos do podcaster. 94% dos respondentes afirmou receber retorno dos seus ouvintes. Recebem sobretudo comentários aos programas que chegam, em 87,5% dos casos, via mail. A totalidade dos podcasts nacionais associa o seu podcast a um blogue (35,29%), a um site (29,41%) ou a ambos (29,41%).

O que pensam os podcasters

Os podcasters nacionais consideram que o podcasting representa uma nova forma de expressão (76,47%) e uma oportunidade para a rádio uma vez permite levar a rádio mais longe, a mais gente e funciona como uma nova forma de disponibilizar outros conteúdos que não se enquadram nas “formatações” das rádios... às vezes, com bastante sucesso e até lucro!
Outros podcasters nacionais consideram que A rádio é para o podcasting o mesmo que o VHS é para o DVD ou a cassete para o CD. É passado.
A portabilidade, a diversidade de conteúdos e maior liberdade na escuta, que deixa de depender do espaço e do tempo, foram as principais vantagens do podcasting invocadas pelos respondentes.

O programa pode ser ouvido aqui.

11 comentários:

Anónimo disse...

Um trabalho interessante. Vai ser apresentado em alguma conferência?

Luis Bonixe disse...

Provavelmente.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Carapaus com Chantilly disse...

A nós ninguém nos disse nada! :(
A vida não é justa! LOL

Alberto Berta disse...

Muito fascinante! Existem dados sobre o o número de downloads de podcasts em Portugal, para todos os dispositivos(ipod,itunes,outros)?
E os podcasts comerciais? Existe algum directório
Obrigado

Anónimo disse...

Boa tarde,
podem explicar-me o que é um podcasting? obrigado

Anónimo disse...

Um site bom sobre o que é podcasting:
http://bestrock.clix.pt/destaques/podcast/index.asp

Anónimo disse...

Boa tarde,
finalmente penso que poderei ter encontrado alguém que me resolva o meu problema!!! É o seguinte, só agora é que enveredei por estas andanças dos podcastings, como tal ainda percebo muito pouco disto... Ficaria desde já muito grato se alguém me explicasse (como se eu fosse muito burro!!) como poderei ouvir os podcasts da tsf. Agradeço que me dêem todos os passo após a instalação do proframa itunes. Muito obrigado, espero que com possÍveis explicações possa também eu tornar-me um assiduo utilizador dos podcastings.

Anónimo disse...

boa noite,
será que alguém me pode explicar como retirar os podcasts da tsf (passos?
muito obrigado

Luis Bonixe disse...

Julgo que no site da TSF são explicados os passos para subscrever podcasts da emissora:

http://www.tsf.pt/online/podcasting/default.asp